Capítulo 4 - Ordens

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Qua Maio 04, 2016 10:23 am

Erick recebeu algumas semanas de férias. Depois de todo seu empenho para a polícia e relatórios preenchidos em longas e intermináveis noites, o garoto merecia isso, ao menus um pouco. Alguns papéis foram assinados e as férias dos pais de Erick foram conciliadas com a do garoto, talvez para que pudessem buscar pelo bom relacionamento familiar mais uma vez.

O período era próprio: o final de ano se aproximava, o clima festivo fazia parte de toda e qualquer movimentação que acontecia no continente. Caberia somente ao destino, e aos problemas individuais dos integrantes da família Willians, aquecer, mais uma vez, o lar daquela gigantesca casa.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Qua Maio 04, 2016 1:20 pm

"Já faz um bom tempo desde que os vi... Anos, ao menos. Acho que é hora de voltar pra casa e ver como eles estão."

Foi o que passou na mente de Williams enquanto começava a fazer as malas para voltar para casa naquele fim de ano. Anos longe de sua família o deixaram um tanto saudoso, mas sabia quem eram seus pais: Militares e policiais, rígidos e incapazes de demonstrar amor de um modo comum. O tempo passou e o jovem retornou ao lar. A mansão Williams continuava como estava pouco antes de sair, com mais empregados cuidando e habitando o local do que os próprios moradores. Seu ânimo oscilava muito ao rever os antigos empregados, afinal essas pessoas fizeram grande parte na sua vida até seus 12 anos. As crianças com a qual brincava não eram mais crianças, agora eram jovens garotos e garotas que aprenderam perfeitamente como se portar com seus pais perante os donos da casa. Era reconfortante ver seus velhos companheiros de infância crescidos, mas ao ser tratado como apenas o filho do dono da casa fez com que Erick percebesse que o tempo realmente passou e deixou suas marcas no caminho.

Em meio às emoções do reencontro, Erick fora informado que sua mãe já havia chego e esperava na sala, sentada no sofá próxima à lareira enquanto lia um livro estranho, com uma capa fina e azul. A descrição que os empregados já havia deixado claro que ela o esperava, e que o tal livro era muito provavelmente algo que já conhecia. Ao entrar na sala, ainda com malas em mãos, Erick poderia ver sua mãe exatamente como descrita pela empregada pouco tempo atrás. O livro descrito também era exatamente o que o jovem pensava: Um dossier relatando seu progresso dentro e fora das operações, assim como seu dia-a-dia. Um documento que ele mesmo havia preenchido por ordem de sua supervisora. "Aparentemente, é mais seguro confiar em documentos do que perguntar ao próprio filho como ele vai." Pensou o jovem Williams enquanto colocava suas malas próxima da entrada da sala e aproximava-se de sua mãe.

-Você não pediu permissão para entrar -Retrucou a mãe ao perceber seu filho entrando.
- Permissão para adentrar a sala, coronel? - Disse Erick com um pouco de descontentamento. - Muito bom saber que o trabalho ficou no escritório, não é coronel Mãe? -

Samantha Hughes, coronel da primeira divisão de investigação criminal da polícia militar de Nomer, olhou complacentemente à primeira pergunta mas pareceu aborrecida com a segunda. - Você ficou remendão. Não foi assim que nós o ensinamos e educamos, tenente Filho. -

- Peço perdão pela minha atitude com relação à minha conduta. Sempre soube que trabalho vinha em primeiro lugar, afinal foi assim que eu nasci.Como vai a leitura? Encontrou algo interessante?-

- Várias surpresas, de fato. Algumas boas e outras um tanto preocupantes. Acho que eu deveria falar com seu pai para lhe conseguir uma licença do programa até que seu estado psicológico seja checado com 100% de certeza que não há sequelas da sua missão anterior. - A mãe aparentava começar um discurso quando o filho a interrompeu - É desnecessário. Os próprios psicólogos da corporação me examinaram e me liberaram para o serviço, inclusive já obtive a informação de que há mais alguma operação planejada para mim. - - E quem te passou esta informação? -- Minhas fontes são sigilosas, mas aprecio sua preocupação para com meu bem estar. -

A discussão parecia que continuaria um tempo, mas fora interrompida pela mesma criada que Erick havia conversado anteriormente, agora chegando para avisar que houve uma ligação do General. Aparentemente havia ocorrido um incidente e que precisaria dos oficiais experientes da casa, sendo os mesmos ordenados a se aprontarem e reportarem à delegacia de Iexis. O ar de discussão e divisão tornou-se numa situação de união e urgência conforme Samantha e Erick deixavam suas coisas com os criados e saiam de casa às pressas, apenas com as roupas do corpo e suas armas.

Arrow

Ao chegarem na delegacia, o general Alexander Williams os esperava na porta da frente. Com uma leve contingência de todas as partes e um abraço em família, os Williams estavam reunidos para sua atividade favorita: Trabalho em conjunto. Sem muita demora em ambos os atos, logo a família entra na delegacia e Alexander explica o que havia acontecido.

- Nos foi informado que um peixe grande dos Tridlas veio até a cidade e raptou um dos oficiais desta delegacia. Nossos soldados já cercaram seu cativeiro e aguardam novas ordens. Precisamos ir ao local imediatamente. - - Sim, senhor! - Mãe e filho respondem ao pai e partem ao local.

Chegando no mesmo, a situação era caótica: Alguns policiais feridos escondiam-se atrás de suas viaturas enquanto alguns dos subordinados do Tridla espalhavam-se ao chão, mortos no confronto. O sargento encarregado do cerco disse que havia ocorrido um tiroteio minutos antes da chegada dos oficiais e que grande parte dos criminosos estavam mortos, mas que o chefe da quadrilha ainda estava preso do lado de dentro com o refém. Nesse momento, os Williams  disseram aos policiais que mantivessem o cerco enquanto lidavam com a situação, cada um aproveitando suas especialidades.

Erick entraria com o apoio de Alexander, que usaria de alquimia para criar um caminho até a janela mais baixa do segundo andar do armazém abandonado onde o criminoso se refugiava, enquanto Samantha esperava reagrupar com o general na frente da entrada para que adentrassem o local juntos após o sinal de que o alvo primário havia sido neutralizado e que o refém estava em posse de Erick. Assim iniciaram o procedimento, deixando Erick infiltrando-se pelas vigas enferrujadas que sustentavam o telhado da velha construção. Na parte interna, um emaranhado de corpos de pessoas dadas como desaparecidas era o principal ponto aonde o refém era mantido sob a mira da pistola do criminoso. Aparentemente, todos os seus subordinados foram mortos no tiroteio e apenas ele e o refém sobravam dentro do armazém. O jovem foi rápido e preciso, soltando-se da viga com sua faca em mãos e caindo sobre o bandido, perfurando seu pescoço e quebrando-o com a força da queda. No entanto, um disparo saiu da arma do bandido quando os músculos se contraíram por causa do breve momento de dor que o mesmo teve no contato do golpe e a bala atingiu um ponto crucialmente enfraquecido da viga de sustentação principal do edifício. Logo os pais de Erick abrem a porta principal e acabam por retirar mais um ponto de apoio que sustentava a construção, que agora havia começado a desmoronar. Erick não conseguiu cortar as amarras do refém à tempo e, ao invés disso, decidiu carrega-lo para fora o mais rápido possível. Alexander e Samantha só conseguem olhar enquanto veem seu filho correndo um homem de meia idade nos ombros à máxima velocidade enquanto o edifício ruía logo atrás do jovem. Para ambos, aqueles poucos segundos pareceram eras enquanto cada passo que o jovem dava poderia ser o seu último enquanto corria para a segurança. Tudo pareceu parar quando a frente do armazém agora começava a ruir na frente de todos. Felizmente, Erick já estava próximo e conseguiu, com toda sua força, saltar para fora com o homem. Agora já deitado no chão, exausto de tanto, o jovem dizia ofegante: - É oficial... Nossa família precisa... de uma nova linha de trabalho - Os pai riu aliviado, a mãe chorou de preocupação e ambos abraçam o filho que temiam tanto perder naquela situação desesperadora.

Agora, com o refém salvo, bandido neutralizado e família finalmente reunida e harmonizada, os Williams deixam a cena do crime para que o sargento e seus homens cuidassem do resto dos detalhes enquanto voltavam para casa para aproveitar as festividades e poucas semanas que tinham juntos como uma família.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Ter Maio 10, 2016 10:56 am

Os outros acontecimentos da família rodearam uma rotina quase normal. Algumas boas conversas surgiram em momentos inesperados e as regras faziam questão de cuidar de como tudo deveria acontecer na casa.

Os dias passaram enquanto Erick aguardava e pensava sua próxima tarefa. A carta, tão aguardada, chegou numa manhã, poucos dias após a virada do ano. A carta foi entregue nas mãos de Erick por um oficial da polícia, após garoto assinar os papéis do recibo da carta.

Os carimbos que marcavam a carta, tão conhecidos por Erick, o fizeram lembrar de sua superior na polícia. Os dizeres eram simples, escritos à mão.

"Erick, compareça ao setor o quanto antes. Você sabe meus horários.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Ter Maio 10, 2016 11:38 am

"Simples e direta... É isso que eu adoro nessa superior." Um leve sorriso abria no rosto de Erick quando terminara de ler aquela pequena frase e pensar em sua superiora, mesmo que ela fosse apenas uma intermediária à seu desejo. O jovem Williams mostra a carta, mas não seu conteúdo, a seus pais que o liberam para voltar ao trabalho.

Com algumas horas arrumando suas coisas, um abraço e algumas contingências o jovem parte de volta a Tracen, onde sua missão o espera.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Qua Maio 11, 2016 3:20 pm

Após os preparativos, Erick partiu em direção à Tracen, palco de sua nova missão. Alguns dias de viagem e pousadas em estabelecimentos mediocres, foram suficientes para que Erick chegasse ao seu destino cansado e, ao mesmo tempo, curioso com as novas observações.

Chegou a Tracen pouco depois de as aulas na ECG começarem, consequentemente poucos dias também do ano novo. Acontecimentos que faziam da capital uma cidade muito mais movimentada do que o de costume.

Sem demoras e com seus pertences, Erick partiu para o local onde encontraria sua superior, Seras. Após esperar cerca de vinte minutos e passar por duas recepções, seu nome foi chamado pela secretária pessoa de Seras.

- Senhor Erick? Seras te aguarda. Vale ressaltar que dos funcionários da polícia, Seras era uma das poucas que se importavam com os cargos e alguns padrões "desnecessários" (como falar em uma linguagem extremamente formal, bater continência, usar o uniforme o tempo todo...) e que, no final das contas, apenas criavam toda a burocracia que atrapalhava as coisas, de fato, importantes.

A porta estava aberta, um homem de meia idade saia da sala de Seras com uma pasta em suas mãos e com pressa, como de costume.

Assim que viu o garoto, Seras, que estava sentada em sua mesa coberta de papéis e pastas, abriu um largo e saudoso sorriso.

- Erick! Como foram as férias? Fiquei sabendo de um acontecimento envolvendo sua quase morte e a destruição de um depósito e... Algumas mortes... Necessárias.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Qui Maio 12, 2016 1:19 pm

Williams entrava na sala e batia continência para sua superiora e logo voltava à posição de descanso, com ambos os braços nas costas e pés paralelos aos ombros com um postura reta.

- Foram muito agradáveis, considerando tudo o que o ocorreu no começo. - Disse o jovem, já imediatamente passando para os detalhes do acontecimento. Ao fim da explicação, Erick dizia: - Infelizmente foi necessário o uso de força letal, dado o risco excessivo ao refém. Sem mais tardar, recebi uma carta notificando que solicitava minha presença e retorno imediato, supervisora Seras.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Dom Maio 15, 2016 10:02 am

Seras pegou uma das pastas que estavam na mesa, onde os dizeres "Erick Willians" estavam escritos à mão. - Imediato é exagero, mas o quanto antes melhor. Já que está aqui e eu estou... Com o tempo livre, posso te passar oralmente as instruções da missão, apesar de eu acreditar que você preferirá ler com seus próprios olhos depois. Mas, de qualquer forma, como sou sua superior, sente-se e gaste um pouco de seu tempo comigo. Seras então abriu a pasta, foleou duas folhas e voltou a falar: - Bem, digamos que algumas pessoas grandes estão insatisfeitas com as escolhas tomadas pela ECG. Não sei se você sabe, mas, a cada ano, pelo menos na última década, um ou nenhum aluno é aprovado na fase final da ECG. As provas são secretas, assim como os critérios de avaliação e as notas dos alunos. Somando tudo, e um pouco de interesse pessoal dos peixes grandes, sobrou para a polícia, pros religiosos e pra quem mais tiver dinheiro e poder observar a ECG de perto. E, adivinhe qual o setor da polícia responsável por isso? Qual o único setor que tem oficiais na idade apropriada para tal missão? Perguntou Seras com muita felicidade, e logo, respondeu com irritação extrema. Isso, exato. O meu. Aparentemente meus jovens não participarão de missões importantes por três ou quatro anos. Em troca, ficarão sentados em salas e fazendo coisas que a ECG propõe. Talvez, com um pouco de sorte, Erick, você consiga um ou dois dias de aventura no seu trajeto dentro da ECG...

Seras arrumou sua postura na cadeira e foleou três folhas.

- A sua função será observar tudo o que puder lá dentro, professores, funcionários, coisas estranhas, alunos (principalmente o seu grupo, que depois nós falamos sobre eles), arquitetura... Enfim, tudo. Ah, e você não precisará de disfarces e a única diferença entre você e os outros alunos será o uniforme. De resto, você não passará de um simples aluno, assim como os outros oficiais e jovens envolvidos nesse projeto de "Inspeção da ECG". Seras fechou a pasta, entregou na mão do garoto e disse:

- Gostou?
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Dom Maio 15, 2016 4:27 pm

- Vai ser bom ter um trabalho que não inclua "Risco de Vida" como uma das suas características principais. - Disse o jovem já sentado na cadeira à frente da supervisora. - Mas tenho só uma dúvida que parece ser essencial na operação: Nível de detalhamento. O quão fundo podemos ir nessa... 'Inspeção' sem infringir nenhuma lei do código. Devo conseguir informações quanto às notas dos alunos, detalhes das operações dos professores, investigação da vida pessoal de cada 'alvo e problema em potencial'? - Disse com um olhar um tanto enigmático. Parecia claro à Seras que o jovem já traçava seus planos para atingir seus objetivos.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Sab Maio 21, 2016 11:56 am

- Erick, qual parte do "você será um simples aluno" você não entendeu? Você só está autorizado a agir como um aluno "normal", mas, logicamente, em situações extremas a carta branca é sua... E, como sempre, eu resolvo a burocracia. Eu disse que mais tarde falaríamos sobre cada um dos alunos do seu grupo, justamente porque isso já foi feito. Pela ECG, como deve imaginar. Seras estava visualmente irritada, qualquer um podia notar. Ela foleou duas vezes, fechou a pasta e olhou diretamente nos olhos de Erick. - Apenas... Tente ser... Um cara, digamos... Normal. Ela respirou fundo, e fechou os olhos, enquanto inclinava levemente a cabeça. - Você entende o motivo de eu não estar gostando nem um pouco dessa missão agora?
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Sab Maio 21, 2016 12:38 pm

- Eu entendo e farei como a missão pede. Na verdade essa missão me parece o jeito dos superiores nos dizendo que precisamos estudar... - Suspirava frente à missão que não parecia oferecer desafio à primeira vista. -Bom... não gostar da missão não vai altera-la, então o melhor para nós é aceitarmos e fazer nosso melhor. Há mais algum detalhamento, construções específicas, pessoas de interesse que preciso dar atenção especial? -
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Sab Maio 21, 2016 6:03 pm

- Como havia dito, apenas os integrantes de seu grupo. Seras abriu a pasta novamente, onde havia quatro fotos.

Ela mostrou a página, e começou a explicar sobre cada um dos futuros acompanhantes de Erick.



Oliver White. Família levemente religiosa, dedicado aos deuses e vive nos templos sitarêses já tem um tempo. Tem um futuro promissor em meio aos templos, uma parceria pode te ajudar futuramente. Dedicado e pacífico.



Yulia Guanz. Família rica. Algumas tragédias e assassinatos rodeiam a família da garota, alguns deles, suspeitam os superiores, realizados pelas próprias mãos da garota. O pai trabalha muito e a mãe nunca deu conta dos três filhos problemáticos. Controladora e perspicaz. Cuidado.



Haskel Hanko. Família também rica e influente no norte do continente. Suspeitamos de que, em um momento de total insanidade, ele tenha fugido de sua casa. Mais tarde, sua mãe também fez o mesmo. Complicado e poderoso.



Szon Mudryr. Filho de médicos. Deveria ficar mais tempo estudando, mas também gosta de usar um pouco de seu corpo. Se dominar a alquimia, poderá ajudar bastante em futuras batalhas. Muito bom em medicina. Especial.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Sab Maio 21, 2016 8:20 pm

- É um grupo bem peculiar... A garota eu sei como lidar, ela é como nós. Apenas mais... civil. O garoto do norte, Hanko, parece ser realmente problemático mas nada que um tempo de convívio não nos ajude a entender o que passa na mente dele. O religioso e o filho de médicos serão fáceis de aproximar-se, mas também com pontos bem delicados... -
"Até que pode não ser tão monótono quanto imaginei" Pensava o jovem ao deparar-se com indivíduos de personalidades diversas sendo forçados a cooperar.

- Só tenho mais uma pergunta. Quando eu saio? - Dizia com um sorriso de antecipação no rosto, intrigado com o que poderia encontrar.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Dom Maio 22, 2016 7:53 pm

- Assim que quiser, apesar de eu preferir que você fique aqui um pouco... Quando alguém está comigo, outras pessoas mais chatas não entram na porta pra me atolar a paciência. Mas, se está falando de quando deverá encontrar os garotos... Você tem, exatamente, onze dias. Daqui quatro dias é o começo das aulas na ECG. Até o prazo de encontro de vocês, eles estarão envolvidos em uma espécie de missão da ECG. Você deve se direcionar à ECG no dia. Lá, os novos integrantes, os que eu disse anteriormente, se juntarão aos alunos oficiais da ECG. Inclusive, no dia que você se juntará, Oliver fará o mesmo.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Seg Maio 23, 2016 8:34 pm

- Não me importo de esperar um tempo para te cobrir, eu entendo completamente o quão chato algumas pessoas podem ser. - Dizia lembrando-se do interrogatório que tivera de passar depois da missão dos Driads. - Entendido quanto aos contatos. Farei o melhor trabalho que conseguir. - Dito isso, o jovem tenta criar uma conversa com a supervisora para cobri-la e evitar chatos por um tempo antes de deixar a sala.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Dom Maio 29, 2016 9:19 pm

A conversa não foi diferente do usual: Seras sempre sentiu prazer em reclamar da vida e, principalmente, das coisas dentro da polícia, enquanto Erick dedicava-se em concordar com o que Seras dizia e fazer sons curtos e afirmativos.

Pouco mais de uma hora depois do inicio da conversa, a porta foi batida e Seras arrumou-se na cadeira em que estava sentada, procurando uma postura mais digna de seu cargo. Um homem abriu a porta pouco antes de Seras arrumar-se completamente, e a superior de Erick disfarçou.

- Agente, onde pretende ficar enquanto sua missão não se inicia?

O homem ficou parado no lado de fora, esperando a permissão para adentrar o cômodo.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Dom Maio 29, 2016 11:22 pm

- Não tenho uma preferência de estadia, então acredito que o alojamento seja o bastante. Lá terei mais tempo para analisar os dossiers e traçar um plano de ação coerente à situação -

Uma resposta formal, simples e genérica bastaria para que conseguisse ganhar à sua superiora mais alguns minutos de reclamação constante do estado atual de sua vida, por menos interessante que fosse. "Terei que fazer muito isso com outras pessoas, então melhor começar a treinar já" Pensou o garoto sobre a situação que se encontraria dali em diante.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Seg Maio 30, 2016 8:27 pm

- Você fala do alojamento da ECG, Erick? Perguntou Seras, o homem, que possuía um uniforme e insígnias provando que ele era um oficial de alto cargo dentro da polícia, ainda aguardava pacientemente no mesmo local.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Ter Maio 31, 2016 1:28 pm

- Negativo. Chamaria atenção dos outros alunos e me colocaria em evidência. Quis dizer em algum lugar que provenha estadia na cidade até o início da operação, preferencialmente com pouco movimento para melhor análise de caso. -

O falar formal apenas serviria para manter o tom de seriedade na conversação, de modo que o homem condecorado não notasse que estava sendo protelado.
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Ter Maio 31, 2016 6:43 pm

- Portanto, deixe-me dizer de uma maneira mais apropriada: onde, exatamente, pretende ficar enquanto sua missão não se inicia de fato? Seras olhou para o homem fora da porta, com certo irritação, e disse: - Oficial, aguarde do lado de fora, por favor. E o homem fechou a porta, logo em seguida.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Ter Maio 31, 2016 8:10 pm

- No quartel, no alojamento do programa com outros agentes, qualquer lugar na cidade que não me faça cruzar uma grande distância até a ECG. Outros agentes devem ter pensado o mesmo, então imagino que estejam alojados em algum lugar. -
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Qua Jun 01, 2016 9:06 pm

- Erick, acho que você não entendeu direito como e qual é o nosso papel nessa bagunça toda... Seras arrumou-se, e explicar, novamente, as coisas parecia uma das coisas mais chatas para ela naquele dia. - Não possuímos verbas. O único contato, tirando situações extremas, será comigo e, ainda assim, será apenas através de relatórios simples e enfadonhos. Não há verba. Muito menos possibilidade para mudar um centímetro sequer de qualquer parte de todo o esquema.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Qua Jun 01, 2016 10:17 pm

- Compreendo... então acho que minha alternativa é voltar para casa até o início das aulas. É minha única opção de qualquer forma. Há mais algo que gostaria de acrescentar, supervisora Seras? -
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Sex Jun 10, 2016 6:22 pm

- Sim, uma recomendação. Há uma maneira de você já conhecer um dos integrantes do grupo. Digo, daqui uns dias. Você terá tempo para analisar a ficha de cada um deles. Se quiser, o endereço se encontra no dossiê, faz parte de uma jornada espiritual ou algo do tipo de um dos integrantes, não me lembro de qual...
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Erick Williams em Sex Jun 10, 2016 6:30 pm

- Realmente parece interessante, desse modo não ficarei ocioso por muito tempo. Já que mencionou uma 'jornada espiritual', já imagino que trata-se do garoto religioso, Oliver... Vai ser bom realizar um primeiro contato logo, então creio que irei para esse endereço e ver como ele é pessoalmente. -

O garoto pausa um tempo, folheando o dossiê até encontrar o endereço mencionado.

- Mais alguma pista sobre os outros? -
avatar
Erick Williams

Mensagens : 25
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por leonirisos em Sex Jun 10, 2016 6:32 pm

- Devem estar totalmente envolvidos com a ECG.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 4 - Ordens

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum