James Lucius Ashford - Paralizado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

James Lucius Ashford - Paralizado

Mensagem por leonirisos em Seg Jul 13, 2015 5:22 pm

Abertura




________________________________________________________________________________________________________________________________________


18/12/1933

- Filho - dizia Lucas logo após de entregar o tal do "bicacavara", a forma mais próxima que ele conseguia pronunciar "capivara", para James - como você bem sabe, nós estamos cada vez mais sem dinheiro. O meu trabalho de coveiro não me rende muito mais do que o suficiente para nos alimentarm e comprar nossas vestimentas, de ano em ano. E, bem... - nesse momento James deu alguns passos a fim de se aproximar de James, enquanto dava uma leve suspirada e olhava cabisbaixo para o animal que seu filho recebera de presente agora a pouco - Essa tal de bicavara foi muito cara e come demais. Eu andei fazendo algumas contas e vamos morrer de fome, caso eu não trabalhe em outro serviço. Já fui atrás e consegui um emprego: vou dar algumas aulas em uma das ECGs, a localizada ao norte. Digamos que será um curso de férias: os alunos que estão com dificuldades na alquimia e em outros campos que eu conheço bem, receberão algumas aulas minhas até o começo do ano que vem. Infelizmente eu voltarei apenas daqui duas semanas, ou mais, logo não saberei se você foi aceito na ECG com antecedência, até porque para onde irei cartas de civis não podem ser enviadas. E também, provavelmente, não chegarei a tempo de ver-te em sua apresentação à ECG. Eu conversei com meu patrão, Pillus, aquele velho ranzinza que cuida do cemitério, e você deverá fazer os meus afazeres aqui, até o dia de se apresentar na ECG, caso isso aconteça. Apenas converse com ele e mostre-lhe a carta que receberá de lá. – nesse meio tempo Lucas passou ao lado do garoto, deu um pequeno cafuné e começava a arrumar suas malas, com um sorriso gigantesco de orgulho, mas seus olhos esbanjavam tristeza. Após alguns poucos minutos organizando sua mala, que já estava meio encaminhada, mas que provavelmente não foi percebida por James porque ele estava brincando com sua capivara, Lucas deu um abraço de despedida em James, muito mais apertado do que qualquer outro que ele tinha recebido em sua vida, e faz uma simples pergunta: - Existe algo em que eu possa lhe ajudar, filho?, Lucas se esforçou bastante para que esta última palavra, que foi gaguejada algumas vezes, não saísse acompanhada de lágrimas de emoção.
avatar
leonirisos
Admin

Mensagens : 109
Data de inscrição : 10/07/2015
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://rpg-fma.rpggameplay.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum